março 14, 2013

Está errado.

Sou adepto, quase viciado em redes sociais desde os primórdios do ICQ, então eu vejo muita coisa, muita modinha e gente apelando para o bom coração dos outros.
Lembro, quando meu e-mail ainda era do Bol, de receber correntes que a cada e-mail repassado a Microsoft, AOL ou sei lá quem iria doar centavos para alguém com câncer terminal. Recebo isso até hoje e a menina da foto não morre nem envelhece.
(Acho que a AOL doava mesmo, por isso faliu, enfim.)
Hoje vejo postagens assim também, gente ingênua que fica repassando script e correntes e outras que passam alguns dramas pessoais, até em termos de saúde, de pessoas precisando de assistência para "fazer chegar no Luciano Huck". Disso que eu quero falar.
Tá errado!
Luciano Huck não é governo, ele até ajuda, sensibiliza e resolve o problema, mas não é de coração puro, há toda uma capitalização na imagem de bom moço e audiência para o programa dele. Ele está errado? Não. Ele não tem a obrigação de resolver nada, se resolve é justo ganhar alguma coisa em cima. O que está errado é o povo recorrer a ele, querer que ele resolva.
Quem tem que resolver é o Estado, não uma pessoa, um programa. A gente tem que entender que atendimento de qualidade é direito e não esmola. A gente tem que procurar o Estado, exigir do Estado dignidade. Vamos ter que ficar dependendo de um programa de TV que só vai atender um caso em um milhão? Se você não for esse UM, vai fazer o que?
Por isso eu não compartilho nada, se depender de mim nada vai chegar ao Luciano Huck nem a ninguém.
Fico me perguntando, por que vocês não colocam isso num e-mail e mandam para quem vocês votaram como deputado ou vereador na última eleição? Ah, não lembra em quem votou? Você merece depender da esmola do Luciano Huck mesmo.

1 Comments:

At 4:57 PM, março 18, 2013, Blogger Pri said...

Perfeito, concordo plenamente...
Sou assidua no seu blog!

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home