março 30, 2013

Especial pelos motivos errados.

Algumas vezes na vida você é obrigado a conhecer as pessoas. Obrigado a conviver, mesmo que por pouco tempo com algumas pessoas, e qualquer coisa que seja obrigação necessariamente se torna ruim. A maioria das pessoas entra e sai da sua vida e deixa apenas sombras de lembranças, algumas ficam porque deixamos, outras saem mesmo quando queremos que fiquem. Ainda tem aquelas que querem ficar, mesmo quando expulsamos. Essas são as piores.
Por motivos profissionais eu trato bem todo mundo, trato todo mundo igual e, normalmente, retribuo a atenção de quem me dá um pouco mais de atenção, só isso. Só. Assim que conheço a pessoa não posso adivinhar o nível de carência que ela tem (e olha que com carência estou usando um baita eufemismo), porque se pudesse me manteria muito, mas muito afastado. Não gosto de gente assim e é meu direito não querer conviver com gente assim.
O problema que gente psicoticamente carente é que não aceitam quando a gente quer distância, quer se manter longe, acham que insistência é apreço, quando é o contrário, é desrespeito. Felizmente eu conheci pouca gente assim, mas o pouco que já conheci já me traz arrependimento o suficiente de ter conhecido. Mesmo tendo me afastado, não consigo manter a distância que queria, não consigo voltar atrás no tempo e nunca ter tido a menor aproximação com a pessoa. É raro, mas tem algumas pessoas que eu me arrependo muito de ter sido obrigado a conhecer. Se você é uma delas, você é especial.
Pelo motivos errados.

1 Comments:

At 8:53 PM, abril 18, 2013, Anonymous Anônimo said...

Indireta pra mim ??

 

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home