fevereiro 13, 2017

Antes tarde...

Nunca fui fã daquela coisa de "há males que vêm para bem", mas às vezes acontece.
Sempre fui relapso às escolhas importantes sobre minha vida, sempre optei pelo caminho mais fácil, mesmo quando era aquele que não me levava onde queria. Não falo isso com arrependimento, apenas com resignação. Mesmo deixando "o Destino" escolher por mim, posso dizer que cheguei mais longe que imaginei chegar e estou confortavelmente bem na vida.
O problema é que agora o tal do Destino resolveu cobrar pelas escolhas que não fiz, me obrigando a não adiar mais controlar as mudanças na minha vida.
Anos atrás tive um ganho financeiro e profissional que me deixou bem, me deixou feliz e com um sentimento de realização profissional que nunca havia experimentado, mesmo sendo considerado um profissional melhor que eu faço por merecer. O problema é que essa situação se reverteu, somado a isso políticas dentro do meu ramo que além de eu não concordar por achar que não vai dar certo, por ser contra o que eu sempre defendi em termos de Educação, ainda vai complicar muito minha vida. Vou ter que diminuir ainda mais o nível do meu trabalho e, mesmo trabalhando menos, levando "nas coxas", é algo que me deixa frustrado como profissional. Gosto, apesar de tudo, que o meu trabalho seja o melhor que eu posso fazer, o melhor que as condições me permitem fazer. E, ao analisar essas mudanças, me desanimou muito em relação ao que eu estou fazendo.
Ao mesmo tempo, em uma conversa surgiu uma ideia. Ou ressurgiu. Algo que eu sempre recomendei aos outros fazer e eu mesmo não fazia por estar na pior das acomodações. Agora estou ansioso para começar a andar em outra direção, mudar tudo completamente, começar do zero se preciso for.
Demorei muito tempo para fazer isso, me agarrando a coisas efêmeras, passageiras, mascarando insatisfação com reconhecimento. Chega.
O Destino está cobrando as decisões que tomou por mim da maneira que ele sabe cobrar, me obrigando direcionar a vida eu mesmo, a escolher a direção que eu quero mudar ou apenas me manter parado num falso conforto e ficando cada vez mais insatisfeito.
Desafio aceito, plano elaborado, agora é só colocar em prática.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home